sexta-feira, 18 de março de 2011



Entrei na papelaria da vida
Comprei o mapa da felicidade
E paguei com moedas
De esperança

Andei pelas ruas do destino
Passei pela avenida da paixão
E me sentei na praça da desilusão

Caminhei pelo museo do amor,
Olhei os quadros da saudade
E encontrei esculturas de dor.

Ao procurar um novo caminho
Descobri algo engraçado...
O mapa que me guiava
Estava do lado errado!!

Nenhum comentário: