segunda-feira, 21 de março de 2011


Não tenho vocação para o estilo boa moça, de puritana, não tenho nada... não finjo o que não sinto, e não empacoto meus desejos.
Falo palavrão, gosto de sexo, já beijei sem gostar, já menti pra quem amo, já me fiz de boazinha, já me fiz de mal, já chorei de alegria e já ri de raiva.
Posso ser sua amiga ou apenas um ponto morto (inimiga não faz parte do meu vocabulário), posso me importar com qualquer coisa que aconteça na sua vida, ou foda-se você.
Já voltei atrás em decisões, já me arrependi de ter voltado e de não ter feito diferente.
Não finjo sorriso amarelo pra dizer que está tudo bem, não agrado as pessoas parecendo ser o que não sou, ou gostam de mim ou não.
Gosto na mesma proporção que posso parar de gostar. Posso fazer de você o meu tudo, mas posso fazer de você Simplesmente meu nada.
Não tenho medo de viver e nem me fantasio de personagens fictícios, não faço da minha vida um palco com as cortinas fechadas...Não abro mão do que quero por não ter acabado coisas anteriores, não acredito em Amores que só podem acontecer com tempo determinado.
Me embrulha o estômago pessoas que não sabem o que quer, que acham que tem tempo pré determinado para acontecer...
Sou avessa as coisas certinhas e hora marcada.
Ou pego de vez ou largo.
Meio termo nunca foi o meu forte, não tenho simpatia com o morno.
Sou fogo, ou você descobre como lidar comigo ou acaba se queimando.
Sou complicada dos pés a cabeça, bastante complexa.
Me supero, me surpreendo me ergo...
Caio...........mais levanto...



Nenhum comentário: