quinta-feira, 10 de março de 2011

Sem restrições, sem medo, sem frases cortadas, sem censura.
Quer me entender? Não precisa.... Quer me fazer feliz?
Me dê um chocolate, um bilhete, uma mentira bonita pra me fazer sonhar...

Nenhum comentário: