terça-feira, 28 de junho de 2011

 
Três horas da manhã. Metabolismo acelerado e eu, inevitavelmente, sem conseguir dormir. É sempre assim. Eu te vejo e tenho essa sensação boa. De querer gritar. De querer pular e querer dançar. Sei que correria uma maratona agora, pra te encontrar. Mas queria que você soubesse. Eu queria compartilhar esse sentimento que me consome quando te encontro. Indescritível. É que só acontece com você.
Me disseram que o nome disso é AMOR.

Nenhum comentário: